Depoimentos denunciam padres por pedofilia e sexo dentro de igreja na PB - Gil Costa em Ação
ÚLTIMAS NOTÍCIAS :
Home » , » Depoimentos denunciam padres por pedofilia e sexo dentro de igreja na PB

Depoimentos denunciam padres por pedofilia e sexo dentro de igreja na PB

Escrito por: gilberlania costa on terça-feira, 18 de outubro de 2016 | 08:13:00


Depoimentos sigilosos prestados ao Ministério Público do Trabalho (MPT) na Paraíba trazem novas denúncias de pedofilia praticada por, pelo menos, cinco padres na Igreja Católica da Paraíba. Os relatos ao procurador do Trabalho, Eduardo Varandas, foram anexados a uma ação na Justiça comum e, assim, se tornaram públicos. A Arquidiocese da Paraíba informou ao G1 que não vai se pronunciar sobre o caso.

Em um dos depoimentos, um homem que trabalha na Igreja relatou que viu um padre tendo relações sexuais dentro da própria igreja com menores de idade e que a cena se repetiu várias vezes. Ele relatou que o padre levava coroinhas e outros meninos para os quartos construídos atrás da igreja. Os meninos dormiam com o padre e saíam logo cedo, ainda de acordo com o documento.
O homem citou pelo menos quatro meninos que seriam abusados pelo padre, todos menores de cidade. Ele relatou que as vítimas eram agradadas pelo sacerdote com roupas e lanches e que também eram levadas para uma granja no interior do estado.

Sobre o mesmo padre, um segundo depoente informou que soube do envolvimento dele com cinco coroinhas. Dois deles teriam confirmado essa relação ao depoente. Ele ressaltou que o padre falava muito bem durante as pregações, inclusive contra a homossexualidade.

De acordo com o depoimento, um dos coroinhas procurou o depoente quando tinha 14 ou 15 anos explicando que estava saindo da paróquia porque o sacerdote, na própria casa, havia pedido a ele que passasse óleo nele durante o banho. Durante a conversa, o menino estava chorando e duvidando da própria sexualidade, segundo o depoente. Um outro coroinha disse para ele que teve uma convivência sexual plena com o padre dos 14 aos 21 anos.

Ainda conforme o depoimento, antes desse padre, havia meninos e meninas coroinhas. Porém, após chegar, ele resolveu admitir apenas rapazes de 15 a 19 anos.


Share this article :

0 comentários:

Speak up your mind

Tell us what you're thinking... !

 
Support : A2 Comunicação Visual | Dinho Andrade
Agência Digital A2 Comunicação Visual
Copyright © 2016. Gil Costa em Ação - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Dinho Andrade