Câmara de Pedras de Fogo recebe pedido de afastamento do prefeito, Dedé Romão - Gil Costa em Ação
ÚLTIMAS NOTÍCIAS :
Home » , , » Câmara de Pedras de Fogo recebe pedido de afastamento do prefeito, Dedé Romão

Câmara de Pedras de Fogo recebe pedido de afastamento do prefeito, Dedé Romão

Escrito por: gilberlania costa on terça-feira, 31 de outubro de 2017 | 09:42:00


A Câmara de Vereadores de Pedras de Fogo recebeu nesta segunda-feira (30) um pedido de afastamento do prefeito Dedé Romão (PSB) do cargo. O documento foi protocolado pela manicure Italanandes Silva Pereira e tem como fundamentos o relatório da Controladoria Geral da União (CGU), que apontou irregularidades graves no uso de recursos repassados pela União para a Prefeitura.

De acordo com a Câmara Municipal, o próximo passo é apresentar o pedido de afastamento na sessão desta quarta-feira (1°).

Italanandes explicou que quer a apuração dos fatos relatados pela CGU e a punição dos responsáveis pelas irregularidades, que na sua opinião são muito graves. Ela afirma, ainda, que até agora a gestão do prefeito Dedé Romão não apresentou documentos rebatendo as acusações.

Ela também pretende levar o pedido de afastamento do prefeito ao Ministério Público. “É inadmissível que um gestor fique no cargo depois desses absurdos administrativos encontrados no relatório”, disse.

Para ela, o desvio de verba está provado e o prefeito deve responder por improbidade administrativa.

Na quarta-feira, após a leitura do pedido no plenário, os vereadores devem decidir se aceitam ou não o recebimento do pedido. Sendo aceito, o regimento da Câmara prevê que, na mesma sessão, terá que ser formada uma comissão, composta por três vereadores, para analisar o caso. Com o recebimento da denúncia, o prefeito deverá ser notificado do processo em cinco dias.
Share this article :

0 comentários:

Speak up your mind

Tell us what you're thinking... !

 
Support : A2 Comunicação Visual | Dinho Andrade
Agência Digital A2 Comunicação Visual
Copyright © 2016. Gil Costa em Ação - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Dinho Andrade