PB se destaca na criação de camarão orgânico e produtores têm renda de R$ 40 mil por tanque - Gil Costa em Ação
ÚLTIMAS NOTÍCIAS :
Home » , » PB se destaca na criação de camarão orgânico e produtores têm renda de R$ 40 mil por tanque

PB se destaca na criação de camarão orgânico e produtores têm renda de R$ 40 mil por tanque

Escrito por: gilberlania costa on sábado, 18 de junho de 2016 | 21:34:00


A região do Vale do Paraíba, a 53 km de João Pessoa, vem se destacando na região Nordeste com a produção de camarão orgânico. Os micro e pequenos produtores chegam a ter uma produtividade anual de até 25 toneladas, obtendo lucro de aproximadamente R$ 40 mil por cada tanque de camarão. Na Zona da Mata, um outro pólo de produção do crustáceo vem se desenvolvendo e garantindo renda para famílias de um assentamento.

No caso do Vale do Paraíba, além de orgânico, o camarão produzido na região também é conhecido como camarão light, por ter até 65% menos gordura do que o camarão tradicional.

O principal diferencial do produto está no seu cultivo, já que não se pode usar materiais industrializados para a alimentação dos camarões, como rações geralmente utilizadas para aumentar o tamanho do animal.

Segundo o presidente da Associação dos Criadores de Camarão da Paraíba, André Jansen, o potencial da carcinicultura (criação de crustáceos), vem crescendo em todo o Estado e superando a média de produção nacional.

“Somos hoje a região mais produtiva do país e uma das maiores do mundo, toda formada por micro e pequenos produtores que deixaram as lavouras tradicionais por uma cultura nobre como a do camarão”, disse André Jansen.

Além da associação, o projeto de criação de camarão vem contando com apoio do Sebrae Paraíba, que desenvolve estudos para facilitar o manejo de produção.

Share this article :

0 comentários:

Speak up your mind

Tell us what you're thinking... !

 
Support : A2 Comunicação Visual | Dinho Andrade
Agência Digital A2 Comunicação Visual
Copyright © 2016. Gil Costa em Ação - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Dinho Andrade