Câmara de Itabaiana quer cortar ponto de vereadores - Gil Costa em Ação
ÚLTIMAS NOTÍCIAS :
Home » , » Câmara de Itabaiana quer cortar ponto de vereadores

Câmara de Itabaiana quer cortar ponto de vereadores

Escrito por: gilberlania costa on sexta-feira, 23 de outubro de 2015 | 09:11:00



O presidente da Câmara Municipal, Wellingson Chaves, afirmou a disposição de aprovar mudanças nas regras de funcionamento da Casa, entre elas, a previsão de corte de ponto dos vereadores que deixarem o plenário antes do fim da sessão. A matéria poderá entrar em pauta para discussão ainda na próxima terça-feira (27).


Pelas redes sociais e na mídia local, o corte do ponto de vereadores tem apoio popular. Entre os vereadores, o assunto ainda gera polêmica. O vereador Semeão Rodrigues disse ser totalmente favorável ao corte do ponto dos faltosos. “Concordo, mesmo porque se essa atitude tivesse sido tomada antes, haveria mais compromisso dos colegas”, disse ele.

Vem se constituindo em fato recorrente no atual exercício legislativo a não realização de sessões na Câmara Municipal de Itabaiana, em decorrência da ausência do número mínimo suficiente de vereadores exigido pelo regimento da Casa, para a abertura da reunião. O presidente do legislativo revelou que a partir da próxima semana, os vereadores só poderão assinar a ata ao final da sessão, para evitar a manobra de muitos parlamentares que assinam e se retiram da Câmara. Seria então cortado o ponto dos faltosos que não apresentarem justificativa, o que resultará no desconto do valor relativo no subsídio do vereador.

As sessões ordinários da Câmara de Vereadores de Itabaiana acontecem uma vez por semana, das 20h às 22h. O salário base do parlamentar é de R$ 4 mil reais, o que corresponde a R$ 500 reais por sessão.  


Com Tribuna do Vale
Share this article :

0 comentários:

Speak up your mind

Tell us what you're thinking... !

 
Support : A2 Comunicação Visual | Dinho Andrade
Agência Digital A2 Comunicação Visual
Copyright © 2016. Gil Costa em Ação - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Dinho Andrade